Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

transferir.jpg

Há pessoas muito queridas ,não há?
Não, não estou a falar de mim!
Sabem aquelas pessoas que, por tudo o que já passaram nesta vida, mereciam ser a felicidade em pessoa? Assim é a Dona São - uma bonita senhora de olho azul, que deseja bem a todos e que é a primeira a aparecer quando a ideia é ajudar. Pois que também não falha uma exibição da sua ginasta - coleguinha da minha Caetana nos Moinhos.
Há tempo, tivemos um sarau em Torres Vedras. A Dona São, refira-se, é ainda conhecida pelos seus maravilhosos (dizem!) rissóis e fritos. Qual não é o meu espanto quando, a horas de lanche, na bancada, enquanto esperavamos pela melhor das exibições (!) a bela da senhora puxa de um tupperware cheio da dita iguaria para dar a malta. Cristo! Que simpatia. Olhou para mim - como quem pensa - escuso de oferecer-lhe que sei que não quer.
Lógico, não como fritos há 18 anos. Bem, diz-me a minha amiga São: «Acha que me esquecia de si?» E puxa de uma caixinha cheia de doces mirtilos. Digam lá se as pequenas atenções não significam o mundo? Adorável a dona São . 
Ilação 1: a humanidade não está perdida porque ainda há pessoas de enorme coração.
Ilação 2: água mole em pedra dura tanto bate até que fura - tanto melgo o pessoal com a história da alimentação saudável, da baixa ingestão de frutas e legumes, do excesso de açúcar que dão às crianças entre gomas, bolos, gelados e afins, que já fazem de tudo só para não me ouvir. 
Uma coisa é certa: os mirtilos desapareceram mais depressa que os rissóis.
Bem haja Dona São!
Tal não é a moenga...

 

MyEmoji_190426_112334_7.gif

 

IMG_20190519_123259_846.jpg

Isto, as mamãs, dão com cada barraca...Só babanço. Eu confesso - a cada sarau ou exibição das miúdas dos meus Moinhos onde está a minha Caetana...choro! Adoro vê-las naquela coreografia da acrobática; arrepio-me de ver a minha pequena volante firmar-se no cimo das colegas, bem...é uma vergonha. Um despautério! No último sábado fomos aplaudi-las a Almoçageme, a um festival gímnico. Dia em que o Benfica foi campeão. Na bancada, sentei-me ao lado de um senhor que quase nunca largou o telemóvel para acompanhar a festa encarnada. Ora, aqui a bela da Elsa Marina, quando chegou a vez das minhas Funchos, pois que não se controlou: «Go Piquiiiiiiii», «Lindas!», «Espetáculo»....e palmas e mais palmas... Uma berraria, uma euforia, um histerismo que quando dei por mim, além de estar ao quase ao colo do homem - já que queria gravar a minha Caetana que se exibia na ponta do pavilhão oposta ao local de onde estava-, tanto lhe gritei aos ouvidos que o 'amigo' só não se foi embora dali por vergonha, ou porque toda a bancada teria de levantar-se para ele sair. Quando caí em mim...«Ai , desculpe lá o histerismo. Sabe como é a emoção...»
Nem um sorriso, nem um «deixe lá, não faz mal». Sabem quando alguém olha para vocês com cara de quem vos quer puxar fogo? Ups!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190124_110459_6.gif

 

20190517_182231.jpg

Devia ter-te dado ouvidos, Gertrudes! Quem vive longe da sua mãe sofre imenso, e eu sinto-o cada vez mais. Tutinha do meu coração, pessoainha 'mai' linda da sua filhota Noca! Os conselhos e orientações de mãe são inigualáveis - tantas vezes me quiseste ensinar a fazer uma bainha, a pregar um botão...
Ontem a minha Caetana e as ginastas dos meus Moinhos tiveram mais um sarau. Por não terem todas maiôs iguais, inventou-se uma fardamenta que exigia alguma costura: um pedaços de tecido brilhante e umas lantejoulas. Olhem que sabia que o dirigismo ia dar-me dores de cabeça mas que que me ia por de agulha na mão na mesa ao lado da homenzarrada a beber 'jolas'...Só visto.
As minhas comparsas de associativismo (como se comprova na foto) até que se ajeitavam com os modelitos. Eu? Irra, desgraçada da ginasta que teve de usar o top cosido por mim - os moitões de linha até a devem ter aleijado quando se mexia! E apanhar agulhas do chão? Nem isso eu conseguia. E enfiar a linha na agulha? Toupeira, pitosga, com o sol de frente...jamais! Amigos- há tarefas que custam mais que maratonas! Verdade que gostava de ser mais aprumadinha. Gertrudes, fazes-me tanta falta!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_8.gif

 

DUDVOtzW.jpg

Já que sou mesmo uma boca de trapos, já vos disse que, talvez, comece a trabalhar num part time muito giro... Visitei as instalações da dita futura eventualidade e começou logo o meu calvário: o elevador. Na portaria estava um senhor supersimpático, brasileiro, que ficou muito espantado quando perguntei onde eram as escadas?
«Claustrofobia? Medo de estar fechada? Já não tem idade para ter monstros», respondeu-me. «Já não tenho idade? Está a chamar-me velha?»
Ai o homem ficou tão encavacado! Tentou desculpar-se de mil maneiras mas já não sabia que mais me dizer. E eu ria-me! Lá me explicou onde ficava o acesso à escadaria - «olhe que de elevador era mais fácil!» Não, insisti, lógico, e aventurei-me pelos pisos acima.
Irra que nunca vi prédio tão labiríntico: corredores brancos todos iguais, portas todas iguais....«Vá até ao fundo», dissera-me o meu novo amigo. Mas ao fundo de qual dos corredores, Cristo? Ouvi barulho de obras e perguntei aos trabalhadores.
Lá encontrei o meu destino. E depois para sair? Olhem fiz um dó li tá.... Vim parar cá abaixo à receção, é certo, mas por outra entrada diferente da inicial. E o brasileiro só gozava com a minha dificuldade. Mas terei sempre de passar por isto? Há por aí algum terapeuta que me queira fazer de cobaia e tentar curar-me?
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_5.gif

 

Mulher-Surda-Mercado-de-Trabalho-1200_630-1024x538

Se há coisa de que tenho pensa é de ter a audição pouco afinada. Sou mesmo dura de ouvido. Mouca que nem uma porta. Náo percebo nadinha quando sussurram, não sei ler lábios, não sou boa parceira de cochichos porque percebo tudo na escada. O que é irritante. E há vezes em que a limitação não dá mesmo jeito algum. Fui chamada a uma conversa profissional. Tenho aí uma perspetiva de um part time... Lá me dirigi onde me mandaram e pediram-me para aguardar. A pessoa que me receberia estava a falar com outro rapazito dentro de uma sala que apenas tinha um vidro a separar-nos. Se tivesse bom ouvido, por certo conseguiria perceber o que diziam. Estava curiosa, ora pois. O moço devia ir ao mesmo que eu. Tentei, esforcei-me para caraças para me focar apenas nos sons que vinham daquele aquário...Percebia bem os risos mas o que diziam, nada. Patavina! Até deixei cair a mala para ter de agachar-me e aproximar-me, não fosse ter sorte. Nada. Podia ser o terceiro segredo de Fátima que eu, ali ao lado, paredes meias - ou melhor, vidro meias- não pescava népia. Pelo sim, pelo não já me muni de cotonetes. Mas não vou lá.
Também, verdade seja dita - mania que as pessoas têm de falar baixinho, de serem discretas e cautelosas. Educadas! Porra!

Tal não é a moenga....

MyEmoji_190426_112334_41.gif

 

20190515_132837.jpg

Arre, que não me dou temperada! Contei-vos que andei dias a assar no carro sem ar condicionado, certo? É verdade que gosto de uns 35/37 graus mas convenhamos que, de vez em quando, uma aragem dá jeito. Lá me desenrascaram um regulador daquela tanga, já o meu BMW (fino) parece uma morgue - salvo seja! Aquilo a 16 graus dá logo para congelar o pingo que cai do nariz. Lá ia eu, a caminho do ginásio, neste liga, desliga ar, aquece e arrefece. Como tenho feito muita bicicleta, decidi -me a fazer 3 B - aquela aula para trabalhar pernas e bunda ao som de ritmos brasileiros que me dão cá uns nervos.... Bem, já ia gelada do carro, irritada de ter de ouvir a Piradinha, piradinha quando começo a sentir gotas. 'Atão' mas está chovendo? Vejam bem a minha sorte - também o ar do ginásio estava meio marado e, assim que se ligava, vertia água. E eu, lógico, fui logo escolher o sítio onde a água caía a pique. Era frio, era água, era escorregar no piso molhado, porra que me faltaria acontecer? Até fiz um chazinho quente quando cheguei a casa que me sentia a constipar. 
O universo também conspira contra mim ou estarei a vitimizar-me?

Tal não é a moenga...

 

MyEmoji_190124_110459_54.gif

 

b29cdcd6874f83bbf702348ee0388ccc.jpg

Ora, voltemos ao BMW. Depois de lhe terem caído bocados e de ter os pneus mais carecas que o Humpty Dumpty ( quem se lembra do Humpty Dumpty?)-, ou seja; depois de ter empregue mais um pé de meia naquela lata com quatro rodas (sim, quatro, que acho que não tenho suplente), agora vem nova batulada a caminho. Pois que, há já algum tempo que a solfagem era...miragem. Eu, monga, achava que era eu que não atinava com os botões. É boneco a apontar para cima, boneco a apontar para os pés, mais luzes para isto, mais luzes para aquilo, mais o botão da saída de ar que abre e fecha e nunca atino se os estou a abrir ou fechar...(acho que ficou a ideia certo?) Na realidade, há algum tempo que não bulia nadinha. Até que me disseram que o ar condicionado tinha pifado. O que rapidamente confirmei nestes dias de grande brasa. Está bem que sou alentejana e que me dou muito bem com o calor - costumo dizer que sou como os ácaros, no quentinho é que me sinto bem - mas também não abusemos. Anteontem deixei o carro parado ao sol e até queimei a bolha no dedo que tinha feito a passar a ferro tal a temperatura do volante...Bem , resumindo e baralhando: ai, é o ar que precisa ser carregado. Ai, afinal já não tinha gás algum mas o carro não consegue processar o vento e fazê-lo circular para o arrefecer. Ora, se não fosse outro achaque do mesmo é que eu estranhava. Venha de lá um regulador, que remédio. Posso estar amarela mas é da falta de vitamina D, não quero que seja de derreter dentro do BMW como uma vela.
Se for da marca é X, ou preferes marca branca? Eu? Prefiro marca branca, transparente, translúcida já que não há marca invisível. Caso contrário, olha deixa...Faço de conta que vivo na Amareleja e que todos os dias de verão têm 50 graus à sombra.
Tal não é a moenga..

MyEmoji_190426_112334_14.gif

 

20190512_171331.jpg

Meus amigos, desde sempre digo que a segredo dos matrimónios felizes está em ter ajuda com as lides domésticas! E cada vez tenho mais certeza do que digo. Dou muito valor a quem trabalha a dias, a quem faz limpezas na casa do outros porque, acreditem, têm papel primordial na felicidade alheia. Senão, pensem comigo. Uma pessoa chega a casa - pó por todo o lado, desarrumação a montes, pilhas de roupa para lavar e passar... Ficamos logo com uma azia e umas trombas do piorio, certo? O homem chega a casa. Quem tem paciência para estar com atenções e lamechices? Por Dios! Ou seja, o tempo que teríamos de qualidade em família é passado em volta de lixivia, aspiradores e cera de móveis. Ninguém merece! 
30 e tal graus - que fez a Elsa Marina? Imagine-se - lavar lençois, cobertores, bla, bla....E depois passar aquilo antes de arrumar? O resultado está à vista - bolhas nos dedos da força que faço no ferro! No que me tornei!
O homem chega a casa. Com mais uma derrota. Ups! Antes pintar paredes, catano!
Vou mas é gozar os lençois lavadinhos!
Tal não é a moenga....

MyEmoji_190124_110459_15.gif

 

20190504_101953.jpg

Agora juntei-me a uma trupe bem fixe - desafiada pela zumbástica Sónia Vasconcelos - e, aos fins-de-semana, vamos para o Parque das Artes e Desportos da Amadora armar-nos em saudáveis e atletas. E bem! Há que mexer e não deixar os artelhos atrofiar. 
Começamos sempre por dar duas voltas ao circuito da chamada Boba. Acontece que há lá uma subida tão íngreme que toda a gente ali abranda, sob pena de trazer os gémeos das pernas nas mãos. Sítio onde sempre está um pastor que, antes sendo apenas atrevido, agora estica-se a pontos de nos apetecer alçar a mão e esbofetea-lo até as ovelhas terem pena dele. À primeira passagem : «é lá grande atleta!»- OK nada disse:
Na segunda....Olhem que já tinha ouvido piropos parvos, até já me tinham elogiado o branco dos olhos, agora a curvatura entre nádegas... Agora imagine-se isto dito da forma mais brejeira que consigam imaginar, ficando ainda a espumar-se com outros ditos que tais, enquanto eu fugia sem olhar para trás. 
E todos os que ali passam ouvem o mesmo, que o 'amigo' aprecia tudo o que mexe
Pobres ovelhas- é o que vos digo. Hei-de fazer queixa à Sociedae Protetora dos Animais! Sabe Deus se não se joga aos bichinhos... A Sónia, que é bem vistosa e curvilínea, deixou de para lá ir correr de manhã cedo com medo do energúmeno senhor, que só ainda não deve ter apanhado umas valentes bordoadas graças aos seus cabelos brancos.
Ó autarquia amadorense - não há maneira de aplicar coimas ao indíviduo? É porque qualquer dia, se o mulherio se junta, o homem vê de perto as curvaturas....de um taco de basebol! (até parece que eu era capaz...enfim)
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_41.gif

 

20190512_143412.jpg

Hoje de manhã saí cedinho para deixar a minha Caetana no treino para mais uma exibição de acrobática das minhas ginastas dos Moinhos da Funcheira. Aproveitei estar sozinha e equipei-me para também ir correr para o Parque das Artes e Desportos da Amadora ( a autarquia devia premiar-me por tanta promoção da cidade onde as casas são já, pasme-se, bem mais dispendiosas que em Carcavelos )!
La´ia eu no caminho de sempre, de todos os dias, e, quando parava na passadeira ou nos sinais, via pessoas a olharem-me para o carro e a rir. Pensei - bem, deve ser o sol que faz a malta ficar toda simpática. 
Cheguei ao clube e já lá estam muitas miúdas que mal dormem com a cigueira da ginástica - benza-as Deus!
Até açapei à entrada, apitei para as assustar e começaram todas a rir de mim - até aqui nenhuma novidade. Pensei: deve ser da minha figura, armada em atleta de trazer por casa.
«Então, onde foste tu roubar isto? Publicidade não? Está certo - Para que queres tu isto no carro?»
«Isto o quê, pá!?», perguntei com cara de parva.
Foi quando me apercebi do 'dístico' que alguém me colara no veículo (ver imagem)! Só barracas!
Bem, sempre é melhor que o clássico escrito no carro a dizer - lava-me porco - ou algum outro papel a insultar-me, ou no mínimo, a chamar-me de monga (que sou!)
Este desgraçado deste BMW merecia melhor sorte. Até ele atrai moengas!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_24.gif