Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

costas.jpg

Digo eu! Sei lá o que já lixei nesta quarentena, além dos restantes neurónios que ainda resistiam ao meu atrofiamento cerebral. Com a mania de ser atleta e treinar em casa sozinha, dei um jeito às costas que agora até me custa olhar para a esquerda, para a direita - aliás, custa-me olhar é para a frente que o futuro já pareceu mais animador, certo?
O trapézio não foi, que as dores são mais abaixo. Terá sido o levantador da escápula?
Com um nomes destes é bem provável que tenha sido essa a mazela contraída, nem sei bem como. Nem escápula nem nada parecido que em tempos de isolamento social o levantador é só da cama para o sofá e do sofá para a cama (que moenga). Aposto mais num torção do grande dorsal , maior músculo das costas. Pois, é isso mesmo, a dor é em grande. Aliás, comigo tudo tem de ser em grande para eu não saber lidar com os acontecimentos. Mas o Covid é gigante. Tenho-lhe um asco! Que faço eu agora que até a dormir me dói? Sendo Bicho não tenho como hibernar e acordar em maio? Algum sedativo para este meu desígnio?

Tal não é a moenga!

Cuidem-se! 

Comentar:

Mais

Comentar via SAPO Blogs

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.