Jornalista Blogger Alentejana Entertainer

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro! Só caganças e fanfarronadas! Por Dios!!!!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro! Só caganças e fanfarronadas! Por Dios!!!!

Balão aos trambolhões

balao.jpeg

Ora cá está outra aventura que o jornalismo me proporcionou! Não me vou esquecer!  Andar de balão. Partimos do Algarve. De um estádio. Juntei-me a um grupo de outros jornalistas, fomos divididos e lá me calhou um balão bem colorido. Entrar para o cesto até foi fácil. Ainda que tivesse o estômago colado às costas, naturalmente! Lá iniciamos viagem. Começamos a subir. O balão que ia à minha frente ficou enleado no poste da luz do estádio e veio por aí abaixo. Pensei:« já estás! A ti vai acontecer-te pior». Mas não. Continuamos a flutuar pelos céus. É uma sensação maravilhosa: uma paz, um silêncio, uma calma.... Não se ouve nada. É como se tivessemos, de facto, ido para o céu. Naqueles momentos não dá para pensar em nada. Apenas para desfrutar daqueles minutos de puro encontro com nós próprios. Mas tivemos de começar a descer. Vai ser suave, achava, já muito zen! O catano - é que aquilo não tem mesmo trem de aterragem! Começamos a perder altitude e o cesto começou a embater no chão, aos saltos. Batia, subia, batia, subia... até que no derradeiro sopro foi-se arrastando pelo chão aos trambolhões! Não foi simpático: meteu terra, pedras, urtigas...Mas valeu muito a pena!