Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

marcogouveia.jpg

Importa, de facto, sermos bons no que fazemos e marcar a diferença. Até parece fácil, 'né'? Por estes dias voltei à Faculdade...já nem me lembrava como era. Mas pus a mochila às costas, calcei ténis e calças de ganga para ver se a minha idade se camuflava. Fui fazer o atelier digital da Google para me familiarizar mais com esta geringonça do marketing digital. O primeiro dia teve por formador Marco Gouveia, uma sumidade na área: e o que eu gostei do moço! A tratar todos por tu e a fazer humor , sendo daqueles que diz piadas com cara muito séria. Para mais...a falar à Corte Gafo. Já vos contei, certo? Corte Gafo é uma localidade no meu Alentejo (Mértola) onde todos falam, exatamente, o contrário do que querem dizer. Para vincar que uma miúda é jeitosa diz-se: «atão e ela que é má!». Para manifestar-se felicidade afirma-se: «hoje estou mesmo em baixo»; para elogiar a elegância de alguém profere-se: «e ela que é só banhas!»
Assim era o formador. Gostei. É preciso é arranjar-se mecanismos para chegar às pessoas. Por exemplo: tive uma professora de francês que nos ensinou o verbo 'être' a cantar. Também empilhei as preposições para vencer um concurso a rapazes: a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em, entre, para, por, perante, sem, sobre, sob, trás! Hei-de lembrar-me das preposições até decorar a quinta das tabuletas!
Ficou-me, com este formador Corte Gafo, mais uma prova de que é possível aprender com descontracção, humor e inteligência. E fiquei ainda mais enleada com o marketing digital...Só os computadores é que ainda me atrapalham um bocado....

 

2 comentários

Comentar post