Jornalista Blogger Alentejana Entertainer

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro! Só caganças e fanfarronadas! Por Dios!!!!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro! Só caganças e fanfarronadas! Por Dios!!!!

Gostei mesmo daquilo!

lavar.jpg

O que eu gostei daquilo! Da lavandaria self service...
Pois que com a mudança de casa, já não sei o que fazer a tanto trapo. Pensei, já que ando em limpezas, ficava bem lavar edredons e cobertores, certo? A minha Gertrudes nem dormia se soubesse que fiz mudança sem limpeza a fundo. Pois estou a portar-me bem e lá decidi a ir uma lavandaria self service para tratar rapidamente da roupa de cama. Passei lá toda a manhã. Musiquinha chill out (Smooth FM, já com uns sininhos de Natal à mistura), cheirinho a detergente perfumado e uma surpreendente tranquilidade e paz conseguida só de observar os tambores a rodar. Que terapia! Dei por mim a rodar a cabeça à velocidade da máquina e a ser feliz com aquele momento: tão bronca que sou!
Até me lembrei daquela anedota do japonês a olhar para o aquário e a explicar ao alentejano que «a mente de japonês mandava na mente de peixe», explicando, assim, o porquê do Nemo andar à roda dentro da grande taça de vidro. O alentejano quis experimentar a mandar na mente do peixe e ficou ele a abrir e a fechar a boca, qual anfíbio. Perceberam? Foi a mente do peixe que dominou a do alentejano - ah, ah ah (um dos grandes atributos dos alentejanos é saberem rir-se de si próprios).
Assim estava eu a olhar para a máquina de lavar, que me hipnotizou! Gostei daquilo.
Acho que lá vou passar umas manhãs...