Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Dia-Do-Vizinho.jpg

O que vale é que tenho testemunhas, se não vocês pensavam que eu mentia com quantos dentes tenho na boca, ou melhor - visto estar a escrever - com quantos dedos tenho nas mãos!
Pela enésima oitava vez perdi o telemóvel.
Pela enésima oitava vez vieram trazer-mo. Surreal!
Até já me envergonho. Sábado andei cá nas minhas voltas, compras, azáfama, criança- o normal né?- e pus-me a passar a ferro - sim, calha a todos, há sacrificios a que uma pessoa tem de sujeitar-se.
Estava eu a criar calos da força que faço ao pegar no estropício do ferro de engomar quando me apercebo que o telemóvel estava muito calado. Dei uma voltinha pela casa- nada. Pensei: deve estar num bolso da mala.
E dei seguimento à minha saga doméstica (como se tivesse jeitinho!).
Nisto tocam à porta. A boa da Caetana parece que ganha molas ao ouvir a campainha.
«Mãe, é um senhor careca!», gritava, discretíssima como sua mãe, ao olhar para o intercomunicador.
«Sim? Olhe, desculpe vizinha, a sua filha tem algum telemóvel?»
Fez-se-me luz.
«Ai é o meu!»
Desci.
«Olhe, fui deitar o lixo fora e vi o telefone no chão, ao pé do seu carro. Mexi-lhe e vi logo a fotografia da sua filha. Percebi logo que era vosso!»
Nem sei quantas vezes agradeci ao vizinho do rés-do-chão. Ainda dizem que não se deve ter fotos dos filhos nos telemóveis. Vejam como me safou. Mas sei que qualquer dia vou mesmo perder o telefone. E depois aturem-me.
Acho que até abracei o vizinho depois de lhe ter dado uma espécie de Hi five! Figuras!
Vou passar a festejar o dia da vizinhança. Há dias para tudo mesmo - alguém sabe quando é?
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_47.gif