Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

lixo.jpg

Estive prestes a mergulhar lá para dentro! 
Sabem aquela peça de roupa que está já  toda esgaçada e russa mas que vocês adoram e que nem vos passa pela cabeça deitar fora? Eu tinha um casaco creme, a imitar pele - nem curto nem comprido, nem frio, nem quente, cor neutra que ficava bem com tudo. Digo - ficava - porque já estão a perceber o que aconteceu, certo? Saí de casa com sacos nas mãos, mala a tiracolo, jornais debaixo do braço, telemóvel entre os dedos e, em vez de, naturalmente, descarregar tudo antes de levar o lixo ao contentor - não. Aqui a esperta, abriu a porta preta redonda gigantesca e- qual lançadora do dardo-, atirei com o saco de lixo lá para dentro que já me estava a aleijar. Não consegui pensar que tinha o casaco no antebraço, fiel companheiro que voou lá para dentro colado à nhanha dos copos de iogurte que transbordavam do saco de plástico do meu lixo. Ai caraças - fiquei a olhar para o meu casaquinho, sozinho, no topo da lixaria a 'pedir' que o fosse buscar. Ainda pensei em mergulhar para dentro do contentor - 'atão' mas depois quem me tirava de lá? Morria ali sozinha, enterrada em m#%$% e ninguém nunca chegava a saber o que me acontecera. Mais - vinha de lá o carro do lixo, embrulhava-me naquilo tudo e eu morria esmagadinha pelo rolo compressor a feder mal como o raio mas quentinha com o meu casaco preferido. Fiquei triste! Muito triste!

Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_47.gif