Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

papelao.jpg

Porra dum cabrão, será que só eu é que sei pensar? Por que raio fizeram o orifício do papelão tão apertado e estreitinho? Ora se é um depósito destinado a cartão, é natural que aquilo que, supostamente, lá se deve meter tenha mais volume, certo? 
Recebi o fato de Carnaval da minha Caetana e não quis jogar a caixa para o lixo: normal, sou cidadã cheia de civismo e preocupação com o meio ambiente ( se não tinha de ouvir a minha irmã Isabelinha até ter rugas - ups, já tenho!).
Cheguei ao ecoponto defronte de casa, deixei o casaco no carro e fui a correr ser ecologicamente correta. Lógico que apanhei uma molha descomunal a tentar rasgar a cola da caixa para conseguir enfia-la naquele rectângulo que não dá jeito nenhum. Só pensava: ainda bem que não foi caixa enviada pelo meu pai Bicho. É que os embrulhos dele davam para fazer um novo programa de entertenimento. Depois do 'quem quer casar com o agricultor',  e do 'quem quer casar com o meu filho' e coisas que tais, só mesmo o quem consegue abrir os papelões do Bicho encontraria novos heróis nacionais. 
Mas, retenha-se- dá para fazer o papelão com bocarra mais ampla? A minha figurinha, à chuva, a dizer alhadas, à porrada com aquela bodega que não se rasgava de maneira nenhuma dava um belo video no You Tube...

Tal não é a moenga...

MyEmoji17.gif

 

1 comentário

Comentar post