Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

27.06.19

Tão bom coração que tem...

Bicho
Juntemos mais uma tirada da minha Caetana a esta minha coleção de tesourinhos. A miúda tem mesmo graça - tal e qual sua mãezinha (ah, ah, ah). Se há coisa que a chateia é quando começo a praguejar no trânsito - sim, até a mim me salta a tampa e mando as minhas asneiradas quando à minha frente segue malta que parece conduzir só para estorvar os outros. Bem - muito mais se chateia a minha filhota quando, após ver-me ultrapassar condutores tartaruga, constata que ao volante (...)
19.06.19

Logo vi que não era da minha escrita....

Bicho
Já lá vai um tempinho desde que isto se passou. Mas caiu-me tão no goto que sabia ser tema de mais uma partilha com vocês.  O ano letivo está prestes a terminar e, com a mudança que operei na minha vida, consegui ir levar e buscar todos os dias a minha Caetana à escola. Já lhe conheço os apaixonados e namoricos, vou passeando pelas grades e chovem putos a gritar: «Olá mãe da Caetana!». Fico tão feliz! Uma tarde um miúdo de pele escura, olhos enormes e expressivos, pôs-se (...)
20.04.19

Onde foi ela buscar tais ideias????

Bicho
A minha amiga Susana Batista tem muita razão quando diz que passo para a minha Caetana as minhas ansiedades, o meu derrotismo. Insconscientemente, é certo, mas é possível que assim seja. A minha sorte é que a minha tufão é tão melhor que eu em tudo....Minha benção! Disse-lhe que ia à SportTV dizer umas larachas. Conhecendo bem a mãe que tem, voltou-me costas, regressando minutos depois.  «Mamã, levas o meu squishy. Quando te puseres com as tuas coisas a pensar que vai (...)
04.04.19

Diz o roto ao nú...

Bicho
Continuo a dar voltas à minha caixa córnea na tentativa de inventar novo projeto profissional, na tentativa de desvendar que caminho seguir, em como utilizar a escrita para , além de diversão, fazer dela o meu ganha pão (estou a pedir muito, né?). Embrenhada nestes meus pensamentos, socorri-me da minha melhor amiga - a Caetana! «Filha - se a mãe escrevesse livros infantis, que história gostarias que fosse?» «A história de uma princesa!» «Raios partam as princesas! O que há (...)
02.04.19

Sou um exemplo!

Bicho
Caetana Pulquéria anda cá! Aparece a miúda encolhida. «Já tens oito anos. Não há criadas cá em casa. Migalhas por todo o lado, papéis no chão - arruma-me tudo já!» O discurso é recorrente, certo? Caetana Pulquéria, anda cá já (e aqui já estou irritada) : «Tu e aquela porcaria do slime deixam tudo pegajoso. Raio de brincadeira mais parva. Que graça tem aquilo que se cola a tudo, deixa-te as mãos todas pintadas e grudentas e ainda estraga a roupa toda com a cola e as (...)
26.03.19

Contado não acreditam...

Bicho
Vamos combinar que depois de lerem isto, esta minha confidência autodestruir-se-á em 30 segundos da vossa memória e se me encontrarem na rua jamais me falarão do assunto, certo? Ralho eu tanto com a minha Caetana, que tem mãos de manteiga, que não sabe pensar antes de fazer determinadas patifarias...Porque no te callas, Elsa Marina? Ontem, depois da minha tufão estar a dormir, sentei-me a ver televisão. E fui fazer um chazinho de camomila que os nervos andam em franja e não está (...)
04.02.19

Outra carga de nervos na miúda!

Bicho
Olhem, eu ria que nem uma perdida, ela chorava parecia que lhe estavam a dar uma injecção. Foi um adormecer algo tumultuoso na outra noite. O culpado? O Vitinho! Quem se recorda do nosso amiguinho que nos mandava para a cama na infância? Eu gostava do boneco! Alguma vez sentiram que a música era triste? Estava eu deitada com a minha Caetana e, já nem sei porquê - eu e as minhas lembranças disparatadas-, comecei a cantar a música do Vitinho : «Está na hora da caminha, vamos lá (...)
28.01.19

Levava uma galheta...

Bicho
Eu cá sou contra bater nos putos. Quer dizer, a minha Caetana já levou uns belos arranques naquele rabo, nada que a aleije a sério, sendo eu mais a favor de um castigo bem dado: como ter de fazer-me massagens nos gémeos após as aulas de body attack ou estar calada ao jantar se eu estiver a ouvir um relato (sim, estar calada é o pior dos castigos). Mas outro dia escapou-se de uma bela galheta daquelas puxadas atrás que fazem estremecer os alicerces do organismo. 'Atão' que (...)
16.01.19

E ela fugiu com vergonha!

Bicho
Ai amigos que as pioras continuam acentuadas e melhoras nem vê-las! 'Atão' que há dias (já vos disse - estarei a ficar repetitiva?) fiquei de choco em casa com a minha Caetana que quebrou com febre e dores de garganta. Quando a moça arribou pediu-me pêras. Fruta que não tinha em casa. Mas, pobre da minha menina - arranquei direito ao Pingo Doce cá do sitio. A fruta está logo à entrada, mas sendo sábado e hora de almoço, imaginam o 31 de gente a roubar os sacos plásticos (...)
14.01.19

Delirar ou fumar cenas...

Bicho
Há dias tive de ficar confinada a casa já que a minha Caetana quebrou com febre (coisa que poucas vezes com a graça de Deus). Estava tão chochinha que até a professora elogiou o quanto estivera sossegada na escola... E lembrei-me de quando eu, moça pequena, tinha febrões monumentais. Aliás, fase houve em que tinha anginas de 15 em 15 dias. As enfermeiras do hospital já me conheciam. Levei tanta penicilina que uma vez até me vinha embora ainda com a seringa espetada na roliça (...)