Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

cavalheiro.jpg

Uma pessoa até estranha! É que já não se usa! Já vos disse que fiz recentemente um curso de TV para futebol? Ao meu lado ficou um senhor, mais velho , todo ele muito atencioso. Assim que se aproximou, disse-me o nome e estendeu-me a mão -  por momentos pensei que ia beija-la mas só ma apertou.
À nossa frente estavam copos e uma garrafa de água, servindo-me primeiramente. Está certo! Então mas de cada vez que eu dava um golo o amigo voltava a ir buscar a garrafa e a repor o trago que tinha dado - até ja me sentia mal de levar o copo à boca. Intervalo. Quando voltamos, puxou-me a cadeira!!!
Cristo, que educação! Uma bronquinha como aqui a bichinha até estranha.
E que fiz eu- sem querer, naturalmente-, quando queria retribuir tantas considerações? Levantei-me de chofre e espetei-lhe com a cadeira numa canela. «Mil desculpas.....»
«Nada disso. Eu é que já devia ter-me chegado atrás!»
Irra!
Tal não é a moenga...

Sabiam que já deviam ter deixado uma recomendação na página de Facebook de Bichanando? Tinha-me esquecido de referir esta questiúncula tão importante para mim....

nodoa.jpg

Quanto mais quero e preciso fazer boa figura...lá se me vai!
Neste fim de semana fiz um curso com que há muito sonhava: pela experiência e para conseguir provar a mim própria que era capaz.
Lá fui eu, toda entusiasmada, sorriso de orelha a orelha. Auditório cheio, todos tínhamos de desfilar pelo corredor, chegar ao palco e apresentarmo-nos.
Mas isto logo pela manhã, sem o segundo café era impensável...
Copo de plástico, líquido viciante engolido, estava, então sim, preparada.
Assim que me sentei, pois como seria de esperar, entornei o café pelo vestido branco abaixo!
Linda figura Elsa Marina!
E lá fui eu, cheia de borboletinhas na barriga, feliz de ali estar, toda maquilhada, toda cheia de nódoas...
«Olá, sou a Elsa Bicho e garanto-vos que não saí assim de casa...»,
desculpei-me. Risada geral, logicamente. E assim, em apenas três segundos, toda a gente ficou a conhecer o meu verdadeiro eu desmazelado, calhandrão... Sou ou não sou grande comunicadora?
Quanto à imagem que queria passar...melhor nem pensar nisso!
Tal não é a moenga...

P. S - (Já deixaram crítica no Facebook do Bichanando? Se tiverem uma dorzinha de barriga não se admirem....)

geek.png

Há pessoas que realmente! Aprecio aquelas que se fazem notar pela inteligência, magnestimo ou sorriso. Agora, aquelas inconvenientes que nunca percebem quando estão a cansar... não há pachorra (espero não ser dessas).
Pois que já vos disse que fiz recentemente um curso, certo? Auditório cheio que nem um ovo e lá surgiu uma dessas pessoas sempre a comentar tudo, a por pitafes a cada temática, a falar sempre mais alto e a falar por cima dos outros! O individuo tinha uma experiência para exemplificar tudo, sabia tudo na ponta da língua, ria-se alto e 'cochichava'' de forma a toda a gente ouvir na ampla sala.
Tive logo a sorte da pessoa ficar atrás de mim. Aquilo estava meter-me uns nervos...
Até que decidiu voltar a interagir com o formador: «Ó Vasco!»
Mas não conseguia o propósito.
«Ó Vasco!», insistia, para continuar sem sucesso.
À terceira tive de dizer-lhe:
«Ó Vasco!», tentou de novo.
«O rapaz chama-se Marco!»
Adorei.