Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

15.03.19

Era o meu sonho...

Bicho
Ok, boa notícia: encontrei a nova atividade que quero exercer. A má notícia é que não tenho como a por em prática. Resumindo e baralhando, continuo numa valente e indefinida moenga. O que eu gostava mesmo era de ser... palestrante! Eu cá gosto é de falar! Contar piadas secas, ter um microfone na mão e deixar que o meu cérebro (e parvoeira) faça o resto. Sou capaz de falar horas seguidas sobre uma cadeira, sobre o homem desconhecido da esquina, sobre a nuvem em forma de (...)
05.03.19

E esta geração é que é virada?

Bicho
Terça-feira de Carnaval. Chove lá fora. A cama está quente. De repente....Não! Não foi o cabrão do galo nem o raio do sino da Igreja, nem o cuco ou a rola ou lá o que for que tem aquele canto irritante. Gritos! Descomposturas! Esbregues, como diz a minha Gertrudes. Sete e meia da manhã e a minha Caetana decide brincar às escolas e às professoras. Acontece que a moça tem o rastilho curto e cada pergunta falhada dos peluches- ou dos bonecos de pelúcia conforme manda a língua (...)
26.02.19

Amo poejos!

Bicho
Engraçado como - talvez com a idade, não? - começamos a dar valor a tão pequenas coisas que agora nos deliciam sobremaneira. Ia eu a caminho de Beja quando desatei aos berros dentro do carro: «Para, para, para!» Qual a urgência? Uma banquinha à beira da estrada com um rapazito a vender poejos. Sabem o que são poejos, certo? Uma erva/tempero com um travo bem especial, entre o ligeiramente picante e um intenso sabor a... poejos! Não há como descrever. Sei que aquele sabor traz-me (...)
06.02.19

Não morro sem lá ir!

Bicho
Não, não é aos Emirados Árabes, à Lapónia, ou sequer aos States (já vos disse que ninguém me apanha num avião). Falo mesmo da mega party da Revenge of the 90's. Eita que aquilo deve ser a p...#$%. da loucura. Back Street Boys, Spice Girls, 7UP e o Fido Dido,  pulseiras de missangas que se se partiam todas e havia moenga daquela rolando por todo o lado, ténis da Kappa, roupa da Hang Loose, tamagoshis e tantas outras coisas a que, naquele tempo, não ligavamos ou davamos valor. (...)
05.02.19

Quem diria, hã?

Bicho
Olha, olha mas que bela surpresa! Bem, pensando bem, faz todo o sentido (cá estou eu, como o meu pai, a comentar primeiro antes de revelar ao que me estou a referir). Todos os meses o Sapo manda-me o relatório da atividade do meu Bichanando- página que poderiam partilhar e recomendar mais mas até percebo que tenham algum receio de assumir lerem alguém tão desconjuntado como eu-, e eis que nas últimas estatísticas depara-se-me a revelação: há mais homens a ler este blog que (...)
04.02.19

Outra carga de nervos na miúda!

Bicho
Olhem, eu ria que nem uma perdida, ela chorava parecia que lhe estavam a dar uma injecção. Foi um adormecer algo tumultuoso na outra noite. O culpado? O Vitinho! Quem se recorda do nosso amiguinho que nos mandava para a cama na infância? Eu gostava do boneco! Alguma vez sentiram que a música era triste? Estava eu deitada com a minha Caetana e, já nem sei porquê - eu e as minhas lembranças disparatadas-, comecei a cantar a música do Vitinho : «Está na hora da caminha, vamos lá (...)
03.02.19

Dá para por um néon?

Bicho
A mania das empresas de manutenção fazerem a dita cuja nos horários menos adequados...Quem já chegou às escadas rolantes e as encontrou paradas, tendo de seguir a penantes e sem rolar? A mim já me aconteceu variadíssimas vezes mas, acontece, meus amigos, que estamos na geração do pescoço partido. Ou seja, todos nós andamos a olhar para o telemóvel. E eu também já começo a abusar da cena. Saí do ginásio, no Spaccio dos Olivais, do meu Fitness Hut, das minhas aulinhas com o mê