Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

20190608_113029.jpg

Um dia, garanto-vos, que se Deus Nosso Senhor me der saúde e mobilidade, vou ser assim!
No último sábado fui fazer três horas de body Combat ao Sobralinho, Alverca, a convite do meu instrutor de sempre, João Pinto, que eu sigo como religião. Gosto daquilo à brava. É um sovão, verdade se diga - há muito tempo que já não tinha aquela sensação de até as juntas ter todas carcomidas. Que dores em todo o organismo! Bem. Lá fui, lá me aguentei à bomboca, suei as estopinhas e diverti-me à brava.
À minha frente estava uma senhora que é já bem conhecida destas lides. Já entradota - verdade seja dita - vai a todas. Veste os seus calçõezinhos prateados, meiuca pelos joelhos, top a condizer e não há quem nela não repare. Vai fazendo as coreografias ao seu ritmo, sempre de sorriso nos lábios. Sem querer saber o que dela pensam, o que dela dizem... Aplausos! A mim faz-me inveja. Também vou querer ser assim! Isto, claro, antes de render-me aos prazeres da gula - já vos disse que quando fizer 65 anos vou sentar-me numa pastelaria às oito da manhã e só saio de lá quando comer todos os bolos dos quais me tenho privado toda uma vida, certo? Vou sair dos carris, marimbar-me nos eixos  e morrer entupida em açúcar, ovos moles, tartes de requeijão e amêndoa! Comigo é tudo 8 ou 80. Antes disso - vou ser como esta linda senhora - ativa, cheia de pica, cheia de luz e glamour e bem na minha, sem ligar a vozes viperinas. Aplausos!

Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_8.gif

 

gatinhar.png

Ora, eu e a mania que tenho 20 anos. Ora, eu e a minha mania de ir atrás do João Pinto (melhor instrutor de fitness do mundo e arredores). Desafiou-nos a fazer aula de fit moves no Fitness Hut dos Olivais. Bem, eu sabia ao que ia mas...
Amigos, desde a andar à urso, a fazer carrinhos segurando as pernas de outro, a andar à caranguejo, de recuas, ora de barriga para cima, ora de barriga para baixo, a sova de meia hora pareceu mais longa que os antigos discursos de Fidel Castro. 
E enquanto ali estava a penitenciar-se com aqueles exercícios todos, pensava eu em alto: a minha vida já está a andar pouco para trás para agora ainda ter de gatinhar de recuas! «Isso mesmo. Gatinhar. O corpo desabituou-se de fazer estas pequenas coisas de quando éramos putos. Subíamos às árvores, gatinhavamos, jogavamos à apanhada...» Toda a razão amigo. A isso chama-se crescer, pá! E eu nunca fiz essas coisas: primeiro porque era a reprodução de um pequeno lutador de sumo e depois porque sempre tive atestado médico para estar paradinha.
A verdade é que o treino foi top e acho que vou lá estar caída todas as semanas.
Cá pinos, rodas e essas tangas é que não, pois sabes que sou meio (só um bocadinho) desiquilibrada, combinado?

Tal não é a moenga!

MyEmoji17.gif

 

attack.jpg

A minha Gertrudes é que tem razão! A necessidade é mestra de engenhos!
Saí do jornal A BOLA, a minha vida durante 18 anos, por ter por prioridade acompanhar o crescimento da minha Caetana. Vim para casa, sem vida profissional definida, e tive de inventar uma profissão para mim: sou agora produtora de conteúdos media. Soa bem, certo? Sempre fui uma idiota (grandes ideias, entenda-se). Agora inventei uma segunda ocupação: fitness tester! Só não cabo dentro de um frasquinho (como os testers das perfumarias...perceberam?)
É que, croma dos ginásios (apenas por ser assídua, não por ser grande atleta) já perdi a conta à malta que começou comigo a fazer aulas e que agora virou instrutor de fitness (só não tento o mesmo caminho, pois, lá está, os 41 atrapalham ligeiramente...). Todos eles, após as aulas, através das redes sociais me abordam para saber o que achei: «Elsa, gostaste? O que tenho a melhorar? Achas que puxo muito? Como são as minhas vozes de comando?...). E eu respondo, toda feliz, de considerarem a minha opinião. Mas isso não me poderia dar dinheiro: fitness tester - hum? Fitness Hut?????? Fica a dica.
Entretanto, hoje, na aula de body attack, já introduzi uma enorme inovação. Fui para lá arrastar-me, cheia de contracturas, mas, para melhorar ainda mais o descalabro fisico, esqueci-me dos ténis de saltos! Só tinha mesmo os de spinning - os tais que não encaixam na bike, nem em lado algum. E não é que aquilo até alivia as dores dos gémeos e da corrida? Capaz de me rasgar toda....
Agora sentei-me! 
Alguém tem uma grua para me tirar do banco da cozinha?