Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

cuco.gif

Se já me soava a campo a zona para onde vim residir há alguns meses, devido ao esgoelado do galo que canta toda a madrugada, manhã e fim do dia (até estou desconfiada que devem ser vários - é impossível que só um energúmeno faça todo aquele cagaçal), agora, para mal dos meus pecados, há um...cuco!
Cristo! Por Dios! Que sinfonia. Nem queria acreditar. Mandei calar a Caetana: «Xiu - isto não é de galo!» Pois não! É mesmo um cuco que também é forte de pulmões.
Ó recital dum raio. Não sei se é um cuco-rabilongo, um cuco-canoro ou de qualquer outra espécie mais badameca. Sei que é um bocado repetitivo, criatura irritante e monocórdica que nem me deixa ouvir os meus próprios pensamentos.
Ou será que sou eu que também não penso muito? Raios...

Tal não é a moenga...

MyEmoji13.gif

 

sino.jpg

Será possível? Nem ao domingo consigo dormir mais um bocadinho? E não....não é (só) pela Caetana! Já vos contei que no sitio para onde fui morar (perto do Vale Grande, fiquei a saber, junto a muitos quintais) há um energúmeno dum galo com os horários trocados que canta como se não houvesse amanhã a meio da madrugada e a partir das 9 horas da manhã cala-se. E como se não bastasse o estropício do galo, agora é o sino da Igreja! E toca, toca, toca....foi um regabofe. Até acordou o cabrão do galo. E acordou a Caetana! E acordou o pior em mim que fiquei com uma embirrância daquelas! Saí eu de Beja, vim para A da Beja (a minha freguesia é outra mas aquela zona antigamente era A da Beja) para sentir-me na província? Agora que a minha melhor disposição começa a voltar, pensando bem, até gosto e até tem a sua graça! Soubesse o que sei hoje não tinha deixado o Alentejo (se calhar até tinha!) - estou um bocado baralhada!
Vou dormir!

galo.jpg

 Eu mereço! Deus castiga!
Finalmente já estou na minha nova casa. Mais pequena da que a que tinha antes mas muito aconchegante e arrumadinha! Fui viver para um alto da Amadora, zona tranquila que me embala com o resmalhar do vento das árvores. Então mas o cabrão do galo?? Será possível?? Vim eu do Alentejo para viver num sitio superpovoado e acordar de madrugada com as goelas daquela aventesma?
Pior- o bicho tem o relógio desregulado. Começa a cantar a meio da madrugada. É o meu acordar número 1. Quando estou a pegar no sono outra vez, o animal parece que adivinha: puxa outra vez dos pulmões até se fartar. Cala-se, o estropício, quando efetivamente tenho de levantar-me. Próxima missão: descobrir onde está o energúmeno e envenená-lo. Naturalmente, estou a brincar (até porque tenho um medo de aves que me pelo). Mas que chateia, chateia!
Vai daí, acordei com os olhos todos inchados. Nem sei de quê. Deve ser de adormecer e acordar por causa da dita vizinhança com bico. Já tive melhores humores. E para ajudar à festa, logo de manhã, a minha Caetana aproveita a sala ainda vazia à espera de móveis para fazer daquilo um salão de baile, cantando - e ecoando - o «Toda a Noite» do Tói - música que me comunica com o sistema nervoso.
Sabem de quem é a culpa, né, Sónia Vasconcelos, Suzana Santos e Susana Batista????!!!!
Alguém conhece umas termas baratinhas?