Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

20190706_204002.jpg

Olha que duas! Que tristeza! Que vergonha!
Continuando no capítulo Gertrudes... Fui ver os meus pais a Beja mas não me esqueci de levar os livrinhos de trabalho de férias da Caetana, já que no Alentejo muitas vezes não há entretenga. A boa da minha mãe decidiu, então, estudar o caderno de matemática da neta com exercícios de 2.º e 3.º classe. Jesus! Qual das duas a pior? 
A Maria vai dividir uma caixa de bombons com as amigas. Regista as frações? - Como diz que disse? 
«Noca [eu] ainda te lembras disto dos numeradores e denominadores?»
Pardon?
«Pinta um 1/4 de cada figura...», lia ela em alto olhando para mim.
«Noca, atão se a miúda tiver dificuldade quem é que a ajuda?»
Questão pertinente Gertrudes!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_9.gif

 

20190503_104331.jpg

Tuta Galamas! Gertrudes Margarida! A minha mãe!
Lógico que hoje vou estar dedicada à minha Caetana que há dias me enche com cartas, mimos e bêjos.
Sei que nasci porque tinha de trazer ao mundo aquela furacão em forma de criança. Falando em furacões - com tanta tempestade que tem aparecido nos últimos tempos não sei como ainda não batizaram nenhuma de Gertrudes. Só porque não conhecem a minha Tuta! Esta mulheri- é a única que me deixa sem palavras, tal o feitio da criatura.
Se sabe que eu, ou algum dos dela, tem alguma dor, nem que seja de uma unha encravada, nem dorme de aflição. Mas quando está connosco, roubar-lhe um carinho é tarefa hercúlea. Às vezes deito-me no seu colo e invento que tenho comichão só para ver se ela me afaga a cabeça. E até os seus cascudos sabem tão bem! Nunca tivemos hábito lá em casa de dizer amo-te, adoro-te, tal como agora faço questão de dizer à minha Caetana todos os dias ao acordar. Só por uma vez vi a minha mãe super fragilizada e sem defesas: na noite em que me levantei de madrugada para ir para a Suécia fazer o Erasmus. Minha Gertrudes estava sentada na cama, chorava desesperada, pedindo-me que não fosse. Deu-me abraco superapertado e encheu-me de beijos. Acho que não volto a receber demonstração tão pura do seu amor. Por isso, Gertrudes,- é verdade-, vou viver para Nuku’alofa, capital do Reino do Tonga que fica do outro lado do mundo!!!!! Vai um beijinho???

Feliz dia da mãe minha Tuta!
(Amo-te!)

Tal não é a moenga....

MyEmoji_190124_110459_6.gif

 

20190420_172100.jpgFui passar a Páscoa a Beja, minha santa terrinha que me viu nascer e virar nesta destrambelhada que sou, terra abrilhantada pelo meu castelo que vislumbro da varanda de casa dos meus pais. Páscoa bem animada, logicamente, com os meus sobrinhos, filha, e, claro, com o bom do Bicho e a bela da Gertrudes que estavam enxonfrados. E contaram-me porquê. Atentem no despautério. Começa o Bicho.
«Estava eu na loja, aparece-me uma senhora com três pacotes de amêndoas. Bem, não eram amêndoas, eram ovinhos de chocolate...tão bons! Disse-me: olhe, isto é para si. Não conhecia a pessoa, pensei que fosse alguém conhecido da tua mãe, agradeci e pensei - fica um pacote para cada neto. Mas depois, refleti melhor: se vou dar isto à Nana [a minha Caetana], a Noca [eu] joga-se ao ar por causa do açúcar. 'Atáo' abri um pacote, fui comendo e guardei os outros dois pacotes para distribuir por todos os netos. Cheguei a casa diz-me a tua mãe: 'atão' não te foram levar nada? Sim, três pacotes de amêndoas. E onde estão? Um comi-o.»
A Gertrudes interrompe.
«Ó Frasquinho, parece impossível! Porque hás-de ser tão gulerpa? Fui eu que encomendei as amêndoas à Lúcia da mercearia para dar aos filhos do teu sobrinho Luís se ele aparecer por aí. E agora? Tem três filhos e só lhes dou dois pacotes? Sabes que és pré-diabético e só te embutes em doces! És um depósito! Uma plataforma! Pior que um crematório - esmaga tudo!»
A discussão continuava...
«Não foi 'atão' nada... Tive de ir a correr debaixo de chuva comprar mais três pacotes de amêndoas para dar aos gaiatos. Nisto tudo, gastei mais de 20 euros em doçaria. E o Luís não apareceu com os putos! Foi só deitar dinheiro fora», gritava a Gertrudes, possessa com o guloso do Bicho, que, verdade se diga, não tinha como adivinhar que as amêndoas tinham destino reservado.
Resumindo e baralhando: «Onde estão os outros dois pacotes que foram levar à loja, pai?»
«Estão para aí...», respondeu, baixinho, o Bicho, como quem diz: cala-te, continuando a levar esbregues da Gertrudes. 
Uma animação...Nem me deixaram ver a 'Música no Coração' como deve ser...
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190124_110459_6.gif

 

gertrudes.jpg

Parabéns Gertrudes! A minha mamã faz hoje anos! E está mesmo de parabéns.
Não só pelo aniversário mas por ter tido duas filhas excecionais, sobretudo a mais nova. Todos dizemos que a nossa mãe é a melhor. Que como a nossa não há. Mas, acreditem, que não há mesmo como a Gertrudes: Guidinha como era conhecida na escola já que haviam muitas Gertrudes naquela Évora (hilariante!)
Pois a durona da Gertrudes, meiga como uma chapa de zinco, quente como as cataratas do Niágara nos dias de hoje, tem um calcanhar de Aquiles que os netos já descobriram (até porque eu estou sempre a lembra-los). A mulher pela-se ao ver repteis, cobras, rãs e coisas que tais...Sempre ouvi a história que a minha irmã dormiu com uma osga no berço quando bebé... Mas não precisam ser bichinhos de verdade. Qualquer boneco de borracha a imitar coisas viscosas a fazem berrar de pânico. E olhem que é mesmo cómica a gritar: «tirem-me isso daqui». E grita qual tenora cheia de fôlego no início da ópera. É um prato! Hoje não vou passar o dia com ela mas quando for a Beja faço questão de irmos comer perninhas de rã em molho de tomate (que pitéu)! Adoro ouvi-la gritar! É isto compreensível? Ou também sou uma valente réptil ao assumir isto? É tão bom vê-la rir-se, depois, dela própria com a triste figura! Que nos abençoes com os teus berrinhos, fininhos, agudos, oxítonos, que se nos entram nos tímpanos qual choque elétrico durante muitos, bons e longos anos. 
Amo-te Gertrudes!

MyEmoji1.gif