Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

lentes.jpg

Já não será novidade falar-vos da minha hipermetropia e do meu astigmatismo, verdade? Nem do quanto sou toupeira, nem de como a minha vida mudou depois que consegui usar lentes de contacto, certo? É o céu! Mas, por vezes, há pequenos imponderáveis!
Fui para o ginásio, esfalfei-me como sempre, fui tomar banho e quando limpava o cabelo, devo ter dado a mim própria um 'sarrafianço' tão grande que até me saltou a lente do olho direito. Ou saltou ou está ainda cá metida dentro do pálpebra - estou à espera de acordar com o olho inchado, com um derrame ou qualque coisa do género. 
Lá segui a minha vidinha, com uma lente sim e outra não. Já experimentaram ver nestas condições? É um atrofio... E conduzir? A verdade é que até tirei bem as medidas aos pilares daquele parque onde, sem qualquer condicionalismo, escavaco o carrito.
Vim devagarinho, a olhar para 7 e a ver 14 - como se diz no meu Alentejo - e depois, para mal dos meus pecados, tive de ir ao banco. Assinaturas, NIF - aqueles números pequeninos - e eu a puxar os papeis todos para o lado esquerdo - para o olho que tinha lente. Se a minha letra já é feia, tenho a certeza que a senhora do banco desconfiou que estivesse a fazer qualquer falcatrua. Até me perguntou se me sentia bem...
«Ligeiramente tonta», respondi, com dores de cabeça do esforço de focar a vista - uma só vista! 
Bem, foi só mais um pequeno momento de tensão na minha existência. Só espero mesmo que a lente não me tenha entrado pelo organismo acima. Vai ser bonito vai!
Tal não é a moenga....

MyEmoji_190124_110459_33.gif

 

lentes.jpg

Toda a vida fui pitosga! Estigmatismo, hipermetropia e quando miúda - estrabismo. Lembro-me de ter de fazer correção aos olhos e passar a manhã com o queixo encostado numa maquineta a ver, de um lado um coelho, do outro uma gaiola e depois ir trocando os olhos até ver o bicho atrás das grades (o meu amigo Hugo do Carmo é que acha muita graça a estrábicas - há com cada uma, enfim!)
Só há pouco tempo descobri que podia usar lentes de contacto, já que sempre me haviam dito não ser possível com hipermetropia que tem a ver com a concavidade da córnea não ter ...a concavidade certa (acho eu - posso estar a dizer um chorrilho de imprompérios). Lógico que a minha concavidade tinha de ser desajustada...
Acontece que liguei a encomendar lentes e do outro lado deram-me uma boa novidade: «Não é preciso encomendares. Normalmente as lentes em stock são negativas mas como as tuas são as únicas positivas temos sempre aqui guardadas!»
Ena, haja algo de positivo comigo! 
Mas porque será que este positivo me soa a algo menos bom?