Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

20190616_152024.jpg

Contado ninguém acredita!
Desculpa lá, ó pai, mas não posso esconder do mundo mais este feito! 
Pois que a minha Gertrudes e o meu pai Bicho vieram até Lisboa no último sábado para aplaudirem a sua netinha no VI sarau gímnico dos meus Moinhos da Funcheira. Chegaram, todos, contentes, cheios de frutas e feijão verde, mas, como eu até inclusive mudei de casa, lá foi o bom do Zé Luís busca-los à saída da ponte para que não se perdessem.
Tudo espetáculo.
O bom do Bicho ainda apanhou uma estafa a carregar colchões para o pavilhão mas o dia passou-se em beleza. O sarau correu bem e , do centro do pavilhão - sim que eu fui a apresentadora do evento -, via-os de telemóvel em punho a registarem todos os saltinhos da minha Piqui. Já noite alta decidiram fazer-se à estrada e voltar para Beja - alguém acreditava que a Gertrudes dormisse fora de casa e perdesse o castelo de vista? Jamais! Como é evidente...
Era uma e meia da manhã lembrei-me de ligar para saber se estavam quase em casa.
«Epá - sabes lá - estamos em Vila Franca de Xira. Ai Noca [eu], só estradas e caminhos sem ver ninguém. Nem viva alma. Tantas curvas! O teu pai já estava aflito que não tinha gasolina. Agora estamos na bomba. Lá para a hora do pequeno almoço estamos em casa», praguejava a minha mãe, que deve ter picado tanto os miolos do meu pai...
É que o Zé Luís também os foi deixar à saída para o IC17  - era só entrar no túnel do Grilo e ir sempre em frente pela A2. Mas o meu Bichinho, claro, que vai sempre na faixa do meio «porque assim consegue sempre mudar de direção se lhe apetecer», não viu saída de IC nenhuma... Foi sempre direto A8 dentro.
Acho eu que foi isso, que ainda nem percebi por onde andaram.
Eram três da manhã quando ligaram a dizer que, finalmente, estavam em casa.
E a minha mãe...
«Acho que vou tomar o pequeno-almoço...»
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190124_110459_1 (1).gif

 

IMG_20190519_123259_846.jpg

Isto, as mamãs, dão com cada barraca...Só babanço. Eu confesso - a cada sarau ou exibição das miúdas dos meus Moinhos onde está a minha Caetana...choro! Adoro vê-las naquela coreografia da acrobática; arrepio-me de ver a minha pequena volante firmar-se no cimo das colegas, bem...é uma vergonha. Um despautério! No último sábado fomos aplaudi-las a Almoçageme, a um festival gímnico. Dia em que o Benfica foi campeão. Na bancada, sentei-me ao lado de um senhor que quase nunca largou o telemóvel para acompanhar a festa encarnada. Ora, aqui a bela da Elsa Marina, quando chegou a vez das minhas Funchos, pois que não se controlou: «Go Piquiiiiiiii», «Lindas!», «Espetáculo»....e palmas e mais palmas... Uma berraria, uma euforia, um histerismo que quando dei por mim, além de estar ao quase ao colo do homem - já que queria gravar a minha Caetana que se exibia na ponta do pavilhão oposta ao local de onde estava-, tanto lhe gritei aos ouvidos que o 'amigo' só não se foi embora dali por vergonha, ou porque toda a bancada teria de levantar-se para ele sair. Quando caí em mim...«Ai , desculpe lá o histerismo. Sabe como é a emoção...»
Nem um sorriso, nem um «deixe lá, não faz mal». Sabem quando alguém olha para vocês com cara de quem vos quer puxar fogo? Ups!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190124_110459_6.gif