Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

ovelhas.jpg

Comecei o dia a receber esta imagem no meu telemóvel. Foi uma simpática amiga que se lembrou de partilhar comigo a vizinhança da sua escola (é professora)!
Olhem que coisa gira. Nunca no Alentejo vi borreguinhos perto de estabelecimentos de ensino. A Amadora e esta zona têm-me ensinado bastante. Depois de acordar (cedo de mais, diga-se) com o cabrão do galo e o sino da Igreja, eis que há ovelhinhas do outro lado da janela dos putos. Brilhante. Por acaso sempre quis ter um borrego por animal de estimação - se fosse mais maneirinho e bem cheiroso! É que nem no forno eu gosto deles! Mas adorava uma ovelhita para me aquecer os pés, para fazer de biblot na sala - para espetar-lhe com uma vara no orifício e fazer dela uma swiffer para limpar chão. Brinco. Adoro os bichinhos! Ó Anabela, se conseguires roubar um dos borregos fala comigo para guarda partilhada!

Tal não é a moenga...

MyEmoji10.gif

 

 

caganitas.jpg

Isto de confessar as patacoadas que já me aconteceram e que já fiz na minha existência está a render-me novas amizades...ou talvez não!
Outro dia estava no aniversário de uma linda amiguinha da minha Caetana e conversava com amigos, já nem me lembro do quê...Sei que veio-me à ideia a vez quando em Barrancos...
Bem, primeiro dizer-vos que era pequenina - tinha 5/6 anitos. Sei que fui com a minha irmã ao castelo de Noudar, em Barrancos, a convite da minha vizinha Liberata (Deus a tenha). Lá me entretive no meio dos pastos mas, quando deram por mim, estava a comer caganitas de ovelhas. Pensava que eram azeitonas! Registe-se que sempre fui pessoa saudável, sem sequer constipar-me muitas vezes. Tenho forte imunidade desde mocita e cresci saudavel fisica e mentalmente, como todos vocês podem constatar....

Tal não é a moenga!