Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

20190706_160522.jpg

Sério - como foi possível ter nascido de mim criança tão linda, esperta e perfeita como a minha Caetana?
Fomos a Beja ver aqueles dois abençoados que me conceberam e, como é da praxe - no Alentejo a vida pacata é cheia de rotinas e horários -, fomos ao Pingo Doce. A bela da minha Caetana lá andou dançando - até que parou defronte de uma daquelas paredes cheias de anúncios de casas para arrendar e outras coisas afins. E começa ela a gritar  (sim que a moça herdou um megafone na garganta em vez de cordas vocais- não sei de quem): 
«Ó mãe- estes cachorros levam à mesma ketchup e maionese ou só estas coisas que eu não percebo!» -( ler imagem acima para perceber)!
Epá, tive de rir-me, pois! 
Aflige-me a ideia da minha Piqui tudo resumir a comida de plástico!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190124_110459_45.gif

 

peras.jpg

Ai amigos que as pioras continuam acentuadas e melhoras nem vê-las!
'Atão' que há dias (já vos disse - estarei a ficar repetitiva?) fiquei de choco em casa com a minha Caetana que quebrou com febre e dores de garganta. Quando a moça arribou pediu-me pêras. Fruta que não tinha em casa. Mas, pobre da minha menina - arranquei direito ao Pingo Doce cá do sitio. A fruta está logo à entrada, mas sendo sábado e hora de almoço, imaginam o 31 de gente a roubar os sacos plásticos fininhos não fossem eles acabar. Eu esperta, mandei lá a minha moçoila - os velhotes não resistem a uma criança simpática -, enquanto eu fiquei a escolher pêras que estavam todas empilhadas.
Pois que, inteligente, feita monga, comecei a tirar as que estavam por baixo (pareciam mais amarelinhas). Deu porcaria.... Era ver pêras a rolarem chão fora, velhotes a olharem para mim com cara de quem me queria fuzilar que os carrinhos não passavam... Ó Caetana ajuda aqui...
Está bem, está. Fugiu a rir, deixou-me sozinha de cú para o ar a apanhar pêras. 
«Então filha, podias ter ajudado não??!!...»
«Eu? Claro que não. Fui esconder-me para não perceberem que estava contigo!»
É um doce...

Tal não é a moenga!

(já agora, e sem querer abusar da vossa santa paciência, dá para gostar desta página - https://www.facebook.com/Bichanando/?ref=bookmarks - e deixar uma criticazita jeitosa que vá de encontro à vossa consciência e ao meu agrado? Bom poder contar com vocês!!!!)

compras.jpg

Detesto! Abomino ir às compras ao supermercado! Pago a quem o poder fazer por mim! Irrita-me sobremaneira. Transformo-me. Viro Bicho, literalmente. É das necessidades para as quais tenho de preparar-me psicologicamente. Então se tiver de ir a uma grande superfície...Quando estou no corredor dos utensílios de casa e tenho de ir buscar iogurtes à outra ponta apodera-se de mim uma zanga....
Em supermercados mais maneirinhos, a coisa escapa. Ainda assim, já fiz levantamento das horas mais calmas lá da zona para não fazer sofrer o meu sistema nervoso. Mas é em vão. Dou por mim a filar logo a caixa mais vazia, a espreitar para ver quem é o funcionário mais despachado, a passar discretamente à frente das velhotas que têm muito tempo para ali estar (penso eu)! Faço cara de enxonfrada se ficam a olhar para a minha habitual marca de produtos láteos e não permito dividi-los com ninguém porque tenho lá de comprar logo como se fosse para um regimento.
Outro dia, na caixa do Pingo Doce dos Moinhos da Funcheira, até tive vergonha dos meus pensamentos. Tanto fiz por me despachar que fiquei logo atrás de uma senhora que deveria estar a demorar só para me testar: «Ai desculpe mas enganei-me na marca do detergente. Vou só ali trocar.»
«Olhe, esqueci-me do papel higiénico. Está já ali...»
«Desculpe, tenho de procurar o número de contribuinte.» 
«Também não sei o multibanco de cor...Deixo ver se encontro o papel onde tenho escrito!»
Iam-se-me esticando os caracóis. Obrigada, Senhor, por me ensinares o valor da humildade, pensava eu, já com os meus iogurtes no saco, enquanto me dirigia para o carro.
Uai...e a chave? Querem ver....
Voltei para cima. Nada de chaves do carro.
Eis senão quando volta a bendita senhora: «Levei por engano. Estava em cima do tapete da caixa...»

1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8.....

 

depilaçao.jpg

As crianças são, de facto, o melhor do mundo! Tive a sorte da minha Caetana ser um furacão, um poço de energia, faladora, dançarina, entertainer, palhaça...uma desbocada (a quem sairá?)

Quem já não teve de levar os filhos aos seus compromissos por não ter onde os deixar ou, pura e simplesmente, porque fazem birras irresistíveis para ficarem connosco?
Foi o que me sucedeu numa tarde em que tinha marcado depilação. Lá se aguentou a bela Caetana a dar-me beijinhos enquanto levava os puxões para arrancar os pêlos das pernas, das axilas e não só....se é que me faço entender!!!!

Terminada a tarde de leveza, fomos às compras, ao Pingo Doce, já bem perto da nossa urbanização, onde vai toda a vizinhança dos Moinhos da Funcheira. Foi logo com o primeiro conhecido que encontramos. Um vizinho com que até nem temos grande lidação: «a minha mãe esteve a tirar pêlos do pipi!»

Ó Caetana....Por Dios!