Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

cusquice.jpg

Não há dia em que não beba dois cafés logo de manhã.
Há já uns bons meses que sou cliente assídua de um café nos Moinhos da Funcheira onde arranjei uma amiga. Não sei que graça me achará mas a dita senhora nem disfarça. Fica a olhar para mim, encantada, e quando cruzo o olhar com o dela, ri-se, sem sequer fingir não estar a fitar-me. Já uma vez me sentei na mesa ao lado e lá encetou conversa comigo. Não percebi metade. A senhora fala baixinho e eu sou mouca como uma porta. Percebi estar a elogiar a minha Caetana e a falar dos filhos dela quando crianças. O resto não pesquei patavina.
Todas as manhãs, o mesmo ritual. Bom dia! E até se vira na cadeira para estar bem de frente para mim. Já nem me perturba a sensação de ter os olhos de alguém colados na minha fuça. Há dias, o diretor geral cá de casa acompanhou-me. Ia de fato já que era dia de jogo do Belenenses. Aquilo causou-lhe tanta estranheza que se foi aproximando, aproximando. Até que a ouvi: «Hoje são dois cafés e uma garrafa de água para esta mesa!»
Também acho bem - se é para cuscar que seja às claras, agora cá com sussurros e segredinhos... Ora porra!