Jornalista Blogger Alentejana Entertainer

Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro! Só caganças e fanfarronadas! Por Dios!!!!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro! Só caganças e fanfarronadas! Por Dios!!!!

Tão desbocada...tristeza!

Ora, que isto de ser desbocada não é de hoje. Começo a pensar que não é defeito mas feitio. É que desde miúda que causo alguns embaraços aos meus pais. Veja-se: a Gertrudes toda a vida foi costureira (e das melhores - eu e a minha irmã até queríamos que tivesse aberto um atelier - Tuta Galamas, não dava grande sainete?), e toda a vida atendeu em casa. Fazia as provas no meu quarto  dando-me a indicação de bater à porta quando estivesse com clientes. Uma manhã, tinha ela ido às compras, uma senhora deveras avantajada tocou à porta. Ficou de voltar mais tarde já que a minha mãe não estava. Ao fim do dia, quando voltei da escola, estava a minha Gertrudes a provar, fui dar-lhe o recado. Do lado de fora da porta gritei: «mãe esteve cá uma senhora de manhã à tua procura. Quem? Sei lá, uma mulher que parecia uma barca!» Eis quando espreita a dita cuja: «devia ser eu!»
A Gertrudes tentava remediar: «não...é uma senhora muito mais gorda que você!», o que só piorou a situação já que desatei-me a rir, assumindo a calinada. Devo ter levado grande calduço!