Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Bichanando

Onde uma jovem quarentona limpa o cotão que tem no cérebro!

Seg | 29.04.19

Traduz, Dalila!

Bicho

20190426_212037.jpg

Meus amigos - atentem bem nesta pérola! Tentem perceber o cartaz que acima apresento!
O que já me fartei de rir sozinha! Eis o barranquenho, ladies and gentleman.
Desta bela prosa - que deduzo seja uma bela prosa porque o povo de Barrancos é supereducado e divertido-, só percebo o rêpichuchi, que penso signifique alguma coisa de muito bom! De resto - a 'pihca', a 'aniguá', 'a mim quê mê rebuhqen'....que é isto, pá?
Que delícia.
É que os barranquenhos, além de misturarem o português e o espanhol (estão quase encostados a nuestros hermanos) ainda têm o seu próprio dialeto e palavras que só eles entendem. Ou que, se calhar, inventam, como a minha Gertrudes!
Na Universidade morei com duas barranquenhas e não havia como não rir quando falavam uma com a outra. Por isso, Dalila, vai uma ajudinha e traduz lá o raio do cartaz que continuo à toa sem perceber patavina. Podia estar ali a dizer que ia ganhar o Euromilhões ou que ia para o lugar da Letizia de Espanha que não chegava lá, porra dum cabrão!
Tal não é a moenga...

MyEmoji_190426_112334_9.gif